quarta-feira, 30 de julho de 2008

Desejo!




Lambuzo-me ao saciar-se da sua carne.

Carne esta que tem um gosto incomum.

Cada pedaço que eu degusto do seu corpo

surge um mistério alucinante envolta.

Numa lucidez de puro desejo.


Naquele mar de prazer incessante

nossos corpos se encaixam

numa perfeita simetria incontestável.

Como se aqueles corpos fossem construídos

um pro outro para o seu bel-prazer.


Na excitação do seu corpo suado

o meu, o faz sugar todo, deixando-o,

completamente improlífico.

Repondo tudo no desenlace,

e sugando-o novamente

[do mesmo modo].


Nesta oscilação aprazível dos nossos corpos

estes que já não têm mais forças,

desmaiam saciados de sua fome.

Enquanto suas almas saem destes,

Comunicando-se em uma escuridão vermelha.


o vermelho do céu

o vermelho da rosa

o vermelho do batom

o vermelho do sangue

o vermelho do pecado

o vermelho do fogo

o vermelho da paixão

o vermelho do prazer...


No final, o eco do gemido fervoroso

de suas almas satisfeitas

acordam seus corpos de uma lucidez



Vermelha.



[o rubro incita a fome do prazer]



Artista plástica: Karina Agra

2 comentários:

Karina Agra disse...

Parabéns!!Lindo blog!!Estou amando participar desse cenário.
Sucesso pra vocês!!
Beijos luminosos!!!

Karina Agra disse...

Obrigada querida!!Tbm gostei muito do blog de vcs.Será sempre um prazer.E quando surgir uma oportunidade nos conheceremos melhor.

Bjos luz!!!