terça-feira, 25 de março de 2008

O som da tua voz aniquila o próprio som.
Cada palavra, cada frase que soa da tua boca
absorve todas as minhas.

Fazendo-me cantar sem som.
Chorar sem lágrima.
Voar sem asa.

Tua ausência perfura todo o meu corpo, deixando-o,
despedaçado, sem pulsação, sem vida.

A lua sorrindo em silêncio me chamava, para fazer-lhe companhia
em mais uma noite de solidão.

sexta-feira, 21 de março de 2008

Timidez.

A timidez me persegue, deixando-me miúda perto de ti.
Sinto uma fraqueza dentro da minha alma

expulsando toda a minha alçada.
Meu corpo começa a sacudir, explodindo uma angústia.
Essa timidez machuca meu espírito. Meu coração.
Fazendo-me ter arrependimentos de todas as minhas palavras.

De coisas que não deveriam ser ditas, talvez, naquele instante.
Aquele momento perto de ti, não volta.
Dói, pois, e, se você nunca mais voltar...

Sou tão capaz; incapaz.
Sou tão segura; insegura.


Sou tão in...

Dó.
Nó.

Meu coração aperta.
Queria ter a oportunidade de ter feito tudo aquilo diferente.
Toda a minha agudeza foge ligeiramente.

Sem tu, sou coisa nula...

sábado, 8 de março de 2008

Saudade

Que saudade é essa que chega
com a velocidade da luz me atingindo, passando por cima,
deixando-me completamente inerte,
tomando conta do meu corpo, da minha alma.
Que saudade é essa que passa
por cima da própria saudade.
Que saudade é essa que respinga
desejo de prazer em brasa.
Que saudade é essa que invade
os meus sentimentos sem ao menos pedir licença.
Meu amor, o meu amor não suporta tanta, tanta saudade.
O mundo que nos pertence já não cabe,
já não tem mais espaço para isso.
Me diz de onde ela vem, com tanta paixão,
perdida no silêncio da noite.

quarta-feira, 5 de março de 2008


Bom dia tristeza, pode entrar que a casa é sua também.
Ela ainda tem seu cheiro.
Sente aqui do meu lado

o café amargo que tanto gostas já estava ficando frio.
Minha linda tristeza eu estava até ficando triste

com saudades de você.
Por onde andavas... fiquei tão preocupado.
Você é tão sensível e o mundo é tão bruto!
Pensei que você não viria mais me ver.
Já estava sentindo falta de nossas conversas.
Minha alvorada não é a mesma sem você.
Só com você eu consigo me abrir, me obter, me atingir...
Pegue na minha mão, sinta o meu cheiro, sente aqui.
Não se preocupe meu amor, prometo dessa vez não lhe abandonar.
Fique comigo pra sempre, nós podemos ser felizes juntos.