quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Uma criança, com seu olhar curioso na sede da descoberta infinita, ver na simplicidade as coisas mais maravilhosas do mundo. Alimentando sua pequena alma com um pouco de esperança... vestindo-se para trilhar um caminho desconhecido e desajeitado.

Nenhum comentário: