terça-feira, 3 de novembro de 2009

Sinto seu perfume no olhar
Cheirando jasmim na primavera
Inalo cada odor vindo do vento
Permito que neles eu a sinta
Sem ter nenhum pudor
Reviro minhas idéias
Mudo-as a cada pensamento
Nas flores vejo você
Com duas faces inigualáveis.




"HTML"

Nenhum comentário: